Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Mais Terapia da Fala...

 

               

 

      Depois de umas semanitas de férias, o Duarte iniciou uma nova etapa na Terapia da Fala! Fiquei babada com a sua prestação!! Colaborou com a terapeuta e mostrou as suas novas "habilidades linguísticas"!

     São tantos os progressos conseguidos nestes dois últimos meses: duplicou o seu vocabulário, esforça-se por formar frases ainda que curtas, consegue produzir mais sons...  no entanto temos de trabalhar, ainda, sons como o ss, o rr, o z, o g, o v, o f, que não consegue dizer... e as trocas como as que ele faz em pacaco, para macaco ou popone, para telefone, visto que ele já diz o m em mãe e o t em tia.

.

      A Pediatra é de opinião que o Duarte deve ter um acompanhamento individualizado já a partir do infantário - uma educadora só para ele algumas horas por dia! Assusta-me um pouco esta possibilidade... inicia-se um percurso que aponta para um futuro aluno com Necessidades Educativas Especiais ou estamos a prevenir esse percurso?... Vamos esperar pelo veredicto na consulta de Desenvolvimento...

     

publicado por Cris às 12:12
link | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 12 de Junho de 2007

Crianças especiais...

 

      ... ou como um bebé com fenda palatina mudou a minha vida!

 

           

 

      Fico feliz por saber que, com este meu cantinho, tenho contribuído para serenar, com os relatos da minha curta experiência, outros pais de crianças especiais, como o meu Duarte!

      Como sabem o Duarte nasceu com uma fenda no palato mole. Esta malformação só foi detectada no seu segundo dia de vida e desde esse dia (o Duarte tem 31 meses) vamos percorrendo um longo caminho que teve, como ponto alto, a operação ao ano de idade, a qual permitiu corrigir a fenda. Depois da operação vieram as consultas: de otorrino, de desenvolvimento, de terapia da fala...

      O que fica, essencialmente, deste percurso é a falha na informação que raramente nos foi facultada sobre este assunto. Sentimo-nos sós nesta caminhada, sem respostas às nossas inúmeras questões... Na primeira consulta do Duarte ao médico de família, e depois de questionado sobre as consequências de tal malformação na vida futura do nosso bebé, a única resposta que nos foi dada foi "pesquisem sobre o assunto que eu irei fazer o mesmo!". Foi o que fizemos, mas as respostas continuaram a ser pouco satisfatórias...

      Divulgar esta experiência e conhecer outros pais que passaram pelo mesmo, que viveram os mesmos medos, angústias, preocupações, ajudou-nos, sem dúvida a enfrentar com mais serenidade as várias etapas que o nosso filhote, de forma tão positiva, tem superado!

      Por tudo isto, e porque por vezes chegam a este meu cantinho outros pais em busca de informação e, acima de tudo, em busca desta partilha que é tão importante para quem passa pelas mesmas situações, aqui fica este  Sorriso Aberto para pais, amigos e todos aqueles que quiserem perceber um pouco mais, estas crianças tão especiais!!

      Um bem haja aos amigos responsáveis por este grato projecto:

 

                

 

 

publicado por Cris às 23:05
link | comentar | ver comentários (19) | favorito
Quarta-feira, 16 de Maio de 2007

Mais uma gota...

 

             

 

      Hoje foi dia de consulta na Pediatra, com o Duarte! Portou-se lindamente à excepção da observação à boca e ouvidos... Detesta que o toquem nestes pontos, nem nós pais conseguimos observar correctamente a (pequena) cicatriz no seu palato. De qualquer forma, a Doutora lá conseguiu espreitar e pôde constatar que o palato do Duarte "está alto", segundo palavras dela e a cicatriz já quase não se nota! Questionei-a mais uma vez sobre o facto de a sua voz se notar ligeiramente nasalada e ela explicou que isso se devia, exactamente, ao facto de o palato estar alto, permitindo que o som mais facilmente saia pelo nariz.  No entanto acrescentou que, no caso do Duarte, esta pequena incorrecção é facilmente ultrapassada com a Terapia da Fala.

      Ao nível da fala, ela considera que as melhorias são bastante significativas notando-se uma grande evolução desde a última consulta, em Outubro passado! Claro que, comparado com outras crianças da mesma idade, o Duarte está ainda um pouco atrasado no que diz respeito à fala, mas já articula bastantes sons e diz muitas palavras de forma relativamente perceptível!! Fiquei babada com os progressos apresentados, mas mais ainda pela forma como ele colaborou nos pequenos testes de desenvolvimento - articulou, inclusive, uma frase bem estruturada, algo que ainda é muito raro nele!

      Quanto aos ouvidos, continuam com muita cera o que, na opinião dela, é até positivo. Ficamos a aguardar a consulta com o otorrino em Agosto.

      Tenho ainda que acrescentar que este meu homenzinho já começa a largar a fraldita! A muito custo, diga-se de passagem! E cá entre nós, bendita máquina de lavar!

      Todos estes pequenos grandes passos no seu quase normal desenvolvimento nos deixam emocionados! Ele próprio não esconde a vaidade quando percebe que estamos orgulhosos dos seus progressos!

 

     

      Não termino sem deixar uma palavra de alento a todas as mães e pais que, como nós, se viram repentinamente a braços com uma situação nova e confusa, mas que lutam todos os dias para que os seus filhotes tão especiais cresçam de forma mais saudável e natural possível. Por isso é tão importante esta pequena comunidade de pais e mães que vai crescendo por aqui e que pode vir a dar frutos!

 

 

      E, em jeito de nota de rodapé: Sei que estou em falta - não vos tenho visitado nem dado notícias, mas a correria em que se transformaram os meus últimos dias não o tem permitido - estou a trabalhar um pouco longe e com os dias bastante preenchidos! Infelizmente, não é por muito tempo pois o contrato dura apenas mais umas semanas após o que volto à estaca zero!! Haja pensamento positivo! E já agora, se não for pedir muito, um emprego mais estável!

 

                                       Até já...

publicado por Cris às 22:57
link | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

E por falar em amor...

.

     

.

      Finalmente cá estou eu para vos falar das minhas aventuras com o Duarte, otorrinos e exames em demasia...

      Como sabem, ontem desloquei-me a Coimbra, ao Hospital dos Covões, para o Duarte poder fazer os exames marcados já há alguns meses... Recuando algum tempo atrás, um ano para ser mais precisa, o Duarte foi operado em Novembro de 2005 para corrigir a fenda palatina com que nascera. A operação correu bem, assim como a recuperação que se seguiu. Não imaginava eu, nesse momento, que aí se iniciava uma longa caminhada a qual temos percorrido até hoje! Continuando... o Doutor que o operou encaminhou-nos para as consultas de Terapia da Fala e de Otorrino pois estes bebés têm grandes probabilidades de vir a ter problemas a esse nível. Foi acompanhado inicialmente em Coimbra, na Terapia da Fala e agora está a frequentar as sessões no hospital da nossa área de residência. Quanto às consultas de otorrino, a primeira, em Coimbra foi muito pouco esclarecedora até porque levávamos "na bagagem" bastantes questões que gostaríamos de ver respondidas. No entanto, o médico que nos recebeu (se assim se pode dizer, pois nem chegámos a sentar-nos!) limitou-se a passar-lhe o Timpanograma que o Duarte efectuou dois meses depois. Voltámos à consulta na unidade de fissurados, para mostrar o exame e sabermos os resultados. Fomos encontrar, desta vez, uma médica que criticou a atitude do colega informando-nos que este exame feito em crianças tão pequenas não traria resultados conclusivos o que, em síntese, significava que foi feito em vão!! Voltou a marcar-nos o Timpanograma e os Potenciais Evocados Auditivos (a fazer com anestesia) para daí a seis a oito meses - seria ontem!! Porém, chegados a Coimbra com o Duarte constipado e com tosse, os médicos de serviço recusaram-se a fazer-lhe o exame pois não estava em condições de ser anestesiado. Realizou, entretanto o Timpanograma e foi-lhe feita uma observação aos ouvidos pelo otorrino de serviço. Este médico detectou-lhe uma otite cerosa em ambos os ouvidos e medicou-o quer para esta situação, quer para a constipação. Pediu-nos, igualmente, o historial do Duarte para perceber o porquê de estar prestes a realizar um exame que não é totalmente inofensivo, muito menos num bebé. Após perceber a situação, aconselhou-nos a não realizar este exame que é efectuado, apenas em pessoas nas quais há uma forte desconfiança da existência de surdez o que, não lhe pareceu e eu tenho a certeza, não é o caso do Duarte!! Marcou-nos uma consulta com ele, em Agosto para fazermos uma nova avaliação da situação após o que nos dará alta ou aconselhará o caminho a seguir.

      Regressei a casa com um "amargo de boca", por sentir que o Duarte não tem sido devidamente acompanhado, nesta situação, por aqueles que deviam estar mais preparados para seguir estes casos, afinal consultam todos os dias crianças com problemas semelhantes! Por outro lado, animada com esta valiosa consulta, voltei com a certeza de que, daqui para a frente, o Duarte será acompanhado pelo otorrino que eu escolher para ele!!

      É esta a Saúde Pública com que podemos contar no nosso país?! E não vos contei a peripécia que foi o momento da realização do Timpanograma, quando a enfermeira, com o processo do Duarte em mãos, se dirigiu a mim e ao meu ouvido para realizar o exame! Uma situação de loucos!!

      Em jeito de conclusão:

     Por um amor maior, se for preciso, vamos realmente, ao fim do mundo!

publicado por Cris às 22:53
link | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

Estrelinhas para o Duarte

 

               

 

      Amanhã vou mesmo precisar de umas estrelinhas a iluminar mais uns passos na caminhada, já longa, do Duarte!! É chegado o dia de o meu bebé fazer o exame aos ouvidos (Potenciais Evocados Auditivos e Timpanograma). Terá de ser anestesiado para fazer o exame pois é necessário que se mantenha quieto. Espero que mais esta etapa decorra da melhor forma e que os resultados sejam favoráveis!! Pretende-se com este exame garantir que a operação a que ele foi submetido, assim como o problema com que nasceu não tenham afectado os ouvidos e consequentemente a audição.

      A Terapia da Fala continua, já lá vão umas quantas sessões. Sinto que evolui a olhos vistos, não só devido à terapia, mas porque se tem esforçado imenso para nos acompanhar na dicção das novas palavras que se lhe deparam todos os dias. No entanto, a maior parte do seu vocabulário é, ainda, bastante incorrecto. Continuo preocupada com o facto de a sua voz ser reproduzida de forma um pouco nasalada (o que é normal em pessoas com fenda palatina, mesmo que corrigida!). Expus esta preocupação à terapeuta e ela  informou-me que também para esse problema existe terapia, mas apenas a partir dos quatro anos de idade!! Penso muito no futuro do meu filho, também a nível social, pois sei que as crianças na escola conseguem, por vezes, ser muito cruéis com os colegas que apresentam diferenças.

      ...

      E depois de percorrer hospitais, médicos, terapeutas e afins com o Duarte, descubro que quem vai a tratamentos já já a seguir...  sou "euzinha" mesmo! Noutro dia contar-vos-ei esta nova aventura em que me vejo agora envolvida! E venho pedir-vos contas!!! Mas não se assustem que eu sou branda a pedir!!

            Um beijinho para todos...

                                                         ... até já!!

publicado por Cris às 22:39
link | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006

Voltámos à Terapia da Fala!

 

         

 

      Voltámos à Terapia!...

      Já vamos na terceira sessão e o Duarte começa a colaborar mais. Hoje senti-o muito mais à vontade com a terapeuta. Disse, até, algumas palavras: ião (leão), (maçã), paco (macaco), as quais já lhe ouvira em casa: nana (banana) e peixim (peixinho), que nunca o tinha ouvido dizer. Claro que fiquei contente... e muito, muito "babada"!

      Temos homem!

      O trauma da operação parece começar, pouco a pouco, a desvanecer-se! Já não chora quando vê uma bata branca, embora ainda se enrosque atrás de mim...

      O Tau (Pai Natal ou Natal) também já não é tão assustador! No início fugia, chorava como se de algum "bicho papão" se tratasse! Até o gorro vermelho o assustava!

      Volto a afirmar: temos homem!

                                   Feliz Tau!!

publicado por Cris às 22:54
link | comentar | ver comentários (10) | favorito

.mais sobre mim

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando é o momento certo?...

. Ainda o Duarte... Ponto d...

. Apresento-vos o LIPI...

. Partilhas...

. Fendas Labial e/ou Palati...

. Fendas Labial e/ou Palati...

. Fendas Labial e/ou Palati...

. Fendas Labial e/ou Palati...

. Definir "MÃE"

. Ponto da situação...

.links

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags