Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006

Já temos pinheirinho de Natal!

       

 

      A partir de agora, o Natal é mesmo aqui!! Já temos pinheirinho de Natal, com bolinhas e fitas e chocolates - tudo a que tem direito! O Duarte e o Nuno foram os decoradores de serviço: as bolas rolavam pela sala, as fitas enrolaram-se nos braços, nas pernas; alguns "momons" (nova palavra do Duarte para bombons) desapareceram nas pequenas mãos e boquinhas gulosas! - Uma festa!

 

      O Pai Natal ficou no seu lugar, de sobreaviso para aparecer no momento certo! Este ano o Pai Natal já foi assunto delicado... A questão é: quando devemos "desiludir" as crianças sobre a existência ou não do Pai Natal? O Nuno, desde que tem entendimento vive com alguma intensidade a visita do Pai Natal. O ano passado quis até deixar umas bolachinhas e um copo de leite pois o Pai Natal devia chegar "cansado e com fome"! Ele tem cinco anos e eu achei que poderia prolongar a "ilusão" por mais um ano. Mas, há dias o Nuno chegou a casa e disse-me que agora já sabia tudo, na escola tinham-lhe contado, éramos nós (mãe e pai) que colocávamos os presentes no sapatinho, "o Pai Natal não existe!". Fui apanhada de surpresa mas lá tentei remediar o caso... Acabei por lhe confessar que, realmente o Pai Natal não existe... Acho que não era esta resposta que ele esperava...  

      - Mãe, eu já acredito no Pai Natal outra vez!!!

publicado por Cris às 00:20
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Sancha a 7 de Dezembro de 2006 às 10:10
Olá amiga, as fotos dos teus piolhitos desapareceram do blog e o pinheiro nem aparece, porque....tens as fotos "privadas"!! vá lá muda isso que gostamos de ver essa animação!

Olha o Jaime tem 7 anos e acredita no Pai Natal!! só pode! eu acredito no Pai Natal...não é o Pai Natal que mostram nos desenhos animados, é um muito mas muito mais especial, só o "sente" quem tem um coração especial, ele é o espirito do Natal que passa por todas as casas, observa todas as pessoas e conversa com a mamã dos meninos e diz-nos (mamãs) o que devemos colocar no sapatinho, ele é tão amigo que sabe que mesmo quando o menino merece um presente muito grande por ter tido um ano de muito bom comportamento ele diz á mamã para dar uma prendinha mais pequenina porque é muito boa igualmente e assim não ficaremos sem as coisas de que realmente necessitamos, porque se gastamos o dinheiro numa prenda não vai dar para comprar o leite, iogurtes, pão, etc...
Com esta história o Jaime acredita a 100% que existe Pai Natal, amigo e companheiro de todas as crianças e até chega a senti-lo voar sobre a casa.
Ainda não fizemos a nossa mini-mini arvore mas já está combinado para este fim-de-semana, pois quer que o Pai Natal saiba que ele se lembra dele e quer ter tudo bonitinho para lhe agradar, não vá o Pai Natal ficar triste!!
É uma pena (na minha óptica) as crianças crescerem tão sem fantasias, magias que só as crianças sabem ter, não lhes tiremos isso também! Já lhes tirámos a liberdade de brincar na rua, nas arvores com os amigos, já lhes damos escola o dia inteirinho desde os 4 meses!!!
Existe Pai Natal sim senhora!!!

Beijinhos desta amiga cheia de fantasia e imaginação
De sissi a 11 de Dezembro de 2006 às 18:36
Minha querida Sancha não podia concordar mais contigo, escrevi o meu comentário antes de ler o teu e de facto estamos em sintonia.
PAI NATAL PARA SEMPRE.
Houve alguém que disse: "Pobres daqueles que não acreditam sem ver",penso que é mais ou menos isso.
De bell a 7 de Dezembro de 2006 às 13:11
Também não consigo ver a foto. Aparece uma cruzinha no lugar da imagem! Que pena!

Estou de acordo com o comentário anterior. É tão linda a história do Pai Natal que devíamos prolongar essa fantasia até serem mais velhitos. Só que, na escola, uns com os outros, acabam por descobrir a verdade e aqueles que ainda acreditam são gozados.
De Sancha a 7 de Dezembro de 2006 às 13:20
É verdade que aqueles que já não acreditam acabam por gozar com os que acreditam, por isso a versão de pai Natal que conto ao meu filho não é dele descer pela chaminé muito gorducho e com um saco de prendas, se bem que o sapatinho tem de ficar debaixo da chaminé...
O Jaime com a sua convicção já deixou baralhados uns quantos amigos que não acreditavam, isto é duma enorme satisfação he he he
Beijinhos
De Marina a 8 de Dezembro de 2006 às 01:40
Cris, eu consigo ver o pinheirinho e o Pai Natal!
Yupiiiiiiiiii!
Com os pequeninos é tudo diferente, não é?

Passei so para deixar um beijito de bom feriado e ja agora de Feliz Natal!
De maarisa a 9 de Dezembro de 2006 às 18:16
Hummm...
Eu acho que é pena não podermos acreditar eternamente no Pai Natal. É uma fantasia tão agradável. :-)
Beijocas fofas e bom fim de semana XL
De sissi a 11 de Dezembro de 2006 às 18:32
Olá,
Não digas que o Pai Natal não existe, claro que existe e sempre vai existir no nosso coração e enquanto ele aí estiver ele existe. Puderemos dizer ele é a personificação do nosso sentimento. Devia ser mais...ou melhor haver mais sentimento nisto tudo....a magia é que não deve acabar. Se o Diogo ou o Tomás disserem que o pai natal não existe vou-lhes dizer que ele vai existir sempre desde que eles queiram. Tenho pena que neste lufa lufa das compras as pessoas se calhar esquecem-se do que afinal é o Natal, não é só prendas!!Deveria ser mais uma reflexão sobre o que para nós Cristãos é o Natal, pensar que Jesus veio para mostrar que o Amor é tudo e o resto nada significa..........ele tanto se esforçou......mas esta nova geração de meninos e nós pudemos mudar isso,.....bom já me estou a alongar e a filosofar...ehehehehFELIZ NATAL. Deixei que a vossa criança interior salte cá para fora......Deixem-na ser feliz e acreditar.

Comentar post

.mais sobre mim

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Regresso ao ativo...

. O tempo voa...

. Por aqui...

. Mais uma estrelinha brilh...

. Dizem...

. "Vestido" novo ;)

. Uff...

. o que é o sindrome de ASP...

. Brrrrrr....

. Há sempre...

.Leitura do momento...

Diz-me Quem Sou

.links

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags