Terça-feira, 20 de Junho de 2006

Mais um dia... por um amor MAIOR!

 

 

      Hoje foi mais um daqueles dias de "corre corre", nos hospitais de Coimbra. O Duarte tinha mais um exame a realizar, no Hospital dos Covões, desta vez aos ouvidos para despistagem de qualquer problema auditivo. Estava marcado para as nove horas da manhã, foi realizado às onze e trinta... enfim, já começo a estar habituada.

      Correu bem! Apesar da desconfiança inicial ele percebeu que não era doloroso e submeteu-se mais descansadito. Depois, nova viagem até ao Hospital Pediátrico para marcar a consulta de Otorrino... Em Agosto voltamos lá, e em Setembro novamente para as consultas de Terapia da Fala e de Desenvolvimento. Quando é que acabarão estas "visitas"?!

      Não sei se já o disse, mas o Duarte nasceu há sensivelmente vinte meses com um, chamado, defeito congénito (anomalia física presente ao nascimento), a Fenda Palatina. Para quem não sabe, como eu não o sabia então, a Fenda Palatina, que ocorre em aproximadamente 1 em cada 1800 nascimentos, «é uma anomalia genética, que ocorre durante a formação e desenvolvimento do feto, onde o paciente apresenta comunicação buco-nasal (...) pode atingir palato duro, palato mole, lábios superiores e nariz.» No caso do Duarte apenas atingia o palato mole o que significa que a cirurgia seria (foi) relativamente fácil e aparentemente a única para resolver a anomalia. No entanto, o primeiro ano de vida do Duarte foi muito difícil pois este problema interferiu na sua alimentação: não conseguia sugar e por isso não mamava e a comida, muitas vezes, acabava por sair-lhe pelo nariz provocando incómodo e dificuldades respiratórias.

       Foi um ano muito complicado para nós, porque foi inesperada a descoberta deste problema, porque desconhecia as consequências do mesmo, porque queria que o meu filho tivesse o melhor e muitas vezes desesperei quando tinha de o alimentar ou quando o via aflito para respirar. Senti-me desamparada pois tinha necessidade de conhecer mais sobre esta anomalia, de conhecer mães que tinham passado pelo mesmo e não me foi disponibilizada essa ajuda pelo Hospital, nem pelos Pediatras que o acompanharam nem por todos os clínicos em cujas mãos tantas vezes depositei o meu filho. Foram todos muito vagos, mostraram, eles próprios algum desconhecimento na matéria.

      Em termos de futuro, preocupa-me o facto de o Duarte vir a ter problemas de fala (são comuns nos doentes Fissurados - não gosto desta palavra mas é este o nome! - e ele está um pouco atrasado nesse aspecto) ou outros a nível da dentição e dos ouvidos. Mas, aprendi que temos de viver um dia de cada vez e quero acreditar que este rapazinho ainda vai dar muito que falar... mas no bom sentido!

 

publicado por Cris às 22:36
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Boleia a 21 de Junho de 2006 às 16:09
vai correr tudo bem de certeza!
O mais importante para ser feliz o Duarte ja tem: Amor!
beijinho e coragem nessas andanças!
De Lili a 22 de Junho de 2006 às 13:21
Vim visitar-te apesar de longe estou contigo. O teu menino vai dar realmente muito que falar ele è lindo e vai ser um grande homem. vai tudo correr bem. Beijos para todos vocês .
De sandra a 26 de Junho de 2006 às 11:18
Epá....acho que conheço essa cara laroca, e ã mão que o segura também :) não costumo vê-lo assim a tirar a lingua ás visitas mas as crianças aprendem tudo com os pais
Quanto ao resto, ás vezes tambem penso nele, porque tal como tu tambem ele e o Afonso é uma parte de mim, e sinto alguma preocupação com esses "pequenos" vestigios que ainda tem dessa mal-formação, mas ao mesmo tempo sinto uma grande certeza que ele vai ultrapassar esses últimos vestigios, o que ele já venceu foi muito mais que isto que lhe falta. Só desejo é que os pais dele, sobretudo tu mamã vás tendo sempre muita coragem para seguires em sempre a ajudar o teu filho nesta fase que para ti tambem é muito exaustiva.
Beijinhos e até breve...

Comentar post

.mais sobre mim

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Regresso ao ativo...

. O tempo voa...

. Por aqui...

. Mais uma estrelinha brilh...

. Dizem...

. "Vestido" novo ;)

. Uff...

. o que é o sindrome de ASP...

. Brrrrrr....

. Há sempre...

.Leitura do momento...

Diz-me Quem Sou

.links

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags