Sábado, 30 de Dezembro de 2006

4... 3... 2... 1...

 

                             

 

     www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws       www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws       www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws www.Bigoo.ws

publicado por Cris às 22:59
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006

«... o melhor do mundo são as crianças»

 

         

 

      «... o melhor do mundo são as crianças» (Fernando Pessoa)

      Fico triste, chocada até, quando ouço noticiar a morte de mais uma criança devido a maus tratos infligidos pelos próprios pais!!! Como é possível maltratar uma criança inocente, cuja única exigência (lícita, aliás!) é ser amada, acarinhada, acima de tudo respeitada?! Posso imaginar os horrores que estas crianças indefesas terão passado ao longo das suas curtas vidas!...

      Os tesouros mais valiosos que possuo são, exactamente, estes dois pequenos seres que saltam, brincam, me mimam e são mimados por mim, têm as suas birras, dão-me algumas dores de cabeça, mas a todo o momento me fazem andar para a frente e valorizar a vida... É tão bom vê-los, senti-los FELIZES que me questiono perante estas notícias:

     ... haverá humanidade nestes gestos de pura crueldade?!

publicado por Cris às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2006

E o Natal...

                       ... foi fantástico!!!

.

            

.

      Passámos a consoada cá em casa, em família (valor que, como sabem prezo muito!). Os papás, os sogros e os manos juntaram-se a nós e o ambiente, claro está, foi de festa. E festa redobrada, já que a minha irmã e a minha cunhada comemoram, também, o aniversário neste dia! (Mais uma vez: Parabéns, manas!).  Entre um farto jantar e as deliciosas sobremesas, as crianças (e, diga-se de passagem, os adultos) não resistiram a abrir as prendas antes da meia noite - foi fantástico!!! Os sorrisos iluminaram, sem dúvida, mais esta noite especial!

     E o Natal, aquele Natal mesmo natalício, mesmo, mesmo de Natal, sabem onde foi? Sabem? Aqui mesmo!!!

           Um beijo... com sabor a festa!

publicado por Cris às 10:53
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

Feliz Natal!!!

 

                 

 

      Vem aí a azáfama do costume para esta época! Por isso só devo voltar depois do Natal. Venho, então, deixar os votos de BOas FEstas para todos vós!!! E ainda agradecer as vossas mensagens carinhosas!

      Bem hajam!!

      Até já!

publicado por Cris às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006

Voltámos à Terapia da Fala!

 

         

 

      Voltámos à Terapia!...

      Já vamos na terceira sessão e o Duarte começa a colaborar mais. Hoje senti-o muito mais à vontade com a terapeuta. Disse, até, algumas palavras: ião (leão), (maçã), paco (macaco), as quais já lhe ouvira em casa: nana (banana) e peixim (peixinho), que nunca o tinha ouvido dizer. Claro que fiquei contente... e muito, muito "babada"!

      Temos homem!

      O trauma da operação parece começar, pouco a pouco, a desvanecer-se! Já não chora quando vê uma bata branca, embora ainda se enrosque atrás de mim...

      O Tau (Pai Natal ou Natal) também já não é tão assustador! No início fugia, chorava como se de algum "bicho papão" se tratasse! Até o gorro vermelho o assustava!

      Volto a afirmar: temos homem!

                                   Feliz Tau!!

publicado por Cris às 22:54
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Terça-feira, 19 de Dezembro de 2006

CURIOSIDADES DA IDADE MÉDIA

 


      «Naquele tempo, a maioria das pessoas casava-se no mês de Junho (início do verão), porque, como tomavam o primeiro banho do ano em Maio, em Junho, o cheiro ainda estava mais ou menos... Entretanto, como já começavam a exalar alguns "odores", as noivas tinham o costume de carregar bouquets de flores junto ao corpo, para disfarçar. Daí temos em Maio o "mês das noivas" e a origem do bouquet.
      Os banhos eram tomados numa única tina, enorme, cheia de água quente. O chefe da família tinha o privilégio do primeiro banho na água limpa. Depois, sem trocar a água (reparem que lindo!), vinham os outros homens da casa, por ordem de idade, as mulheres, também por idade e, por fim, as crianças. Os bebés eram os últimos a tomar banho, portanto! Quando chegava a vez deles, a água da tina já estava tão suja que era possível perder um bebé lá dentro. É por isso que existe a expressão em inglês "don't throw the baby out with the bath water", ou seja, literalmente "não deite fora o bebé juntamente com a água do banho", que hoje usamos para os mais apressadinhos...
      Os telhados das casas não tinham forro e as madeiras que os sustentavam eram o melhor lugar para os animais se aquecerem - cães, gatos e outros animais de pequeno porte, como ratos e besouros. Quando chovia, começavam as goteiras os animais pulavam para o chão. Assim, a nossa expressão "está a chover a cântaros" tem o seu equivalente em inglês em "it's raining cats and dogs".
      Para não sujar as camas, inventaram uma espécie de cobertura, que se transformou no dossel. Aqueles que tinham dinheiro, possuíam "loiça" de estanho. Certos tipos de alimentos como o tomate, oxidavam o material, o que fazia com que muita gente morresse envenenada - lembrem-se que os hábitos higiénicos da época não eram lá grande coisa... Daí que durante muito tempo o tomate foi considerado como venenoso.
      Os copos de estanho eram usados para beber cerveja ou uísque. Essa combinação, por vezes, deixava o indivíduo " K.O."(numa espécie de narcolepsia induzida pela bebida alcoólica e pelo óxido de estanho).  Quem passasse pela rua pensava que o fulano estava morto, recolhia o corpo e preparava o enterro. (mais nada!) O "defunto" era então colocado sobre a mesa da cozinha (que linda ideia, não?!) por alguns dias (DIAS?!) e a família ficava em volta, em vigília, comendo, bebendo (na boa vida é o que é!) e esperando para ver se o morto acordava ou não. Daí surgiu a vigília do caixão ou velório, que em inglês se diz Wake, de "acordar".
      A Inglaterra é um país pequeno, e nunca houve espaço suficiente para enterrar todos os mortos. Então, os caixões eram abertos, os ossos retirados e encaminhados ao ossário e, o túmulo era utilizado para outro infeliz. (Pessoal, isto é Reciclagem!!). Por vezes, ao abrir os caixões, percebiam que havia arranhões nas tampas, do lado de dentro, o que indicava que aquele morto, na verdade, tinha sido enterrado vivo. Assim, surgiu a ideia de, ao fechar os caixões, amarrar uma tira no pulso do defunto, tira essa que passava por um buraco no caixão e ficava presa a um sino. Após o enterro, alguém ficava de plantão ao lado do túmulo durante uns dias. Se o indivíduo acordasse, o movimento do braço faria o sino tocar. Assim, ele seria "saved by the bell", ou "salvo pelo gongo", como usamos hoje

                                                                 Recebido por mail

publicado por Cris às 22:40
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 16 de Dezembro de 2006

FELIZ NATAL!!

 

         

 

      Estou de volta... as avaliações ainda não terminaram! Faltam as reuniões na próxima semana, quando vamos ditar a sorte dos nossos meninos e meninas! (ou devo dizer dar contas do fruto do seu trabalho!?)

      Esta última semana foi já vivida em espírito natalício. Por todo o lado podemos encontrar enfeites, muita luz e muita cor! E eu aproveito a ocasião para vos desejar um Natal assim: colorido, luminoso, ...

                                                    ...acima de tudo muito divertido!!!

publicado por Cris às 21:53
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Domingo, 10 de Dezembro de 2006

E, agora, uma pausa para...

 

         

 

      ... entre testes, trabalhos, trabalhos de grupo...

           Volto quando terminar!!

publicado por Cris às 22:45
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sábado, 9 de Dezembro de 2006

Chove chuva, chove sem parar!!!

 

        

publicado por Cris às 19:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006

Já temos pinheirinho de Natal!

       

 

      A partir de agora, o Natal é mesmo aqui!! Já temos pinheirinho de Natal, com bolinhas e fitas e chocolates - tudo a que tem direito! O Duarte e o Nuno foram os decoradores de serviço: as bolas rolavam pela sala, as fitas enrolaram-se nos braços, nas pernas; alguns "momons" (nova palavra do Duarte para bombons) desapareceram nas pequenas mãos e boquinhas gulosas! - Uma festa!

 

      O Pai Natal ficou no seu lugar, de sobreaviso para aparecer no momento certo! Este ano o Pai Natal já foi assunto delicado... A questão é: quando devemos "desiludir" as crianças sobre a existência ou não do Pai Natal? O Nuno, desde que tem entendimento vive com alguma intensidade a visita do Pai Natal. O ano passado quis até deixar umas bolachinhas e um copo de leite pois o Pai Natal devia chegar "cansado e com fome"! Ele tem cinco anos e eu achei que poderia prolongar a "ilusão" por mais um ano. Mas, há dias o Nuno chegou a casa e disse-me que agora já sabia tudo, na escola tinham-lhe contado, éramos nós (mãe e pai) que colocávamos os presentes no sapatinho, "o Pai Natal não existe!". Fui apanhada de surpresa mas lá tentei remediar o caso... Acabei por lhe confessar que, realmente o Pai Natal não existe... Acho que não era esta resposta que ele esperava...  

      - Mãe, eu já acredito no Pai Natal outra vez!!!

publicado por Cris às 00:20
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.mais sobre mim

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Regresso ao ativo...

. O tempo voa...

. Por aqui...

. Mais uma estrelinha brilh...

. Dizem...

. "Vestido" novo ;)

. Uff...

. o que é o sindrome de ASP...

. Brrrrrr....

. Há sempre...

.Leitura do momento...

Diz-me Quem Sou

.links

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags