Terça-feira, 30 de Agosto de 2011

Mãezite aguda...

 

 

         tumblr_lpobw6ZrTD1qak0uxo1_500.jpg

 

      Estou um bocadinho assssimm preocupada com o início das aulas! O Duarte vai experimentar os "rigores" de uma sala de aula pela primeira vez. Chamo-lhe "rigores" dentro das medidas de uma criança que não consegue entender, idealizar, que a sua liberdade tem limites e que o seu comportamento social influencia, inevitavelmente, a forma como se desenrola toda a realidade em seu redor...

      Não se pode dizer que o Duarte não lide bem com o cumprimento de regras... Se as entender e as considerar válidas, ele é o primeiro a cumpri-las ri-go-ro-sa-men-te (assim como é o primeiro a apontar o dedo a quem não as cumpre!!). Mas, se achar que determinada condição, atitude ou decisão deve ser levada a cabo por esta ou aquela razão (no entender dele mais que válida, mais que justa, sempre justificada com uma lógica que tantas vezes nos desarma, nos desconcerta...), então não há castigo, penalização... que o detenha!

      Tenho engolido algumas críticas, refreado algumas respostas mais tortas a quem, do topo da sua sabedoria educacional, me diz que «não há nada como uns açoites para acalmar essa teimosia», que tenho de ter «mão pesada», «voz grossa», «coração ao alto»... Como se fosse assim tão fácil, tratando-se do Duarte... Não sou mãe de primeira viagem e a vida tem-me ensinado que as crianças de hoje não se regem pela mesma bitola de uma década ou duas atrás... que os rigores paternais que tão bem serviram os nossos avós, não se enquadram no tempo em que vivemos... que é preciso saber moderar disciplina e amor quando se trata de educar... E que, no caso do Duarte, as cartas devem ser jogadas com a máxima "diplomacia" sob pena de nos deixarmos enredar num caminho sem volta...

       Posto isto, cresce a minha ansiedade em relação à sua adaptação à vida escolar, às exigências dos "livros" e de condutas que não encaixam nos seus horizontes, à necessidade de ele se manter focado e concentrado nos momentos-chave quando ainda gosta tanto de viver no seu "mundo da lua"...

 

publicado por Cris às 14:27
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De C. a 30 de Agosto de 2011 às 22:59
Há de correr tudo bem. Hão de vir dias melhores, outros um pouco menos. Mas acredito que da maneira como vês as coisas e que eu , apesar de não ter nenhum filho assim, consigo de alguma forma entender. Não querendo comparar crianças,o meu J. é do mais teimoso que existe. E não há palmada nem castigo que o vença ! Mas com palavras, torna-se menos difícil. Nem sempre "ganho", nem sempre ele "ganha". Mas conseguimos moderar as situações.
Acredito que tenhas muitos receios, mas não me consigo meter no teu lugar. Apenas te posso dizer isto mesmo. Há de correr tudo bem. Confia nele, confia em ti, e esquece as críticas não construtivas.
Por curiosidade...estou a ler um livro sobre como lidar com crianças índigo ( e não tenho nenhuma em casa, nem ligo a essas coisas de "auras") que me tem ensinado MUITAS coisas. Não sei se já aqui tinha referido...mas vale a pena!

Beijocas grandes.
De Cris a 31 de Agosto de 2011 às 00:28
Olá C.

Eu também quero acreditar que há-de correr tudo bem e é com esse espírito que vou acompanhar os seus primeiros passos... Mas eu tenho este irremediável feitio de antecipar situações e acabo a fazer filmes que, provavelmente, até nem se concretizam!

Também ando a ler um desses livros... tenho aprendido algumas coisas interessantes e, acima de tudo, tem-me permitido perceber determinadas atitudes e lidar com elas de forma mais natural...

Beijinhos
De armindamoreira a 31 de Agosto de 2011 às 00:45

Se eu fora mãe do Duarte como sou mãe do António, teria de ter medo, como tive... não da reacção do Duarte mas de quem vai estar "lá" supervisionando as tarefas do Duarte.Será ela/ele, determinante, claro está com o contributo dos pais, directos responsáveis, pelo futuro, digo bem, futuro do Duarte. A motivação, a relação, a entropia que acontecer entre ambos, resolverão de uma vez por todas os problemas ou criarão outros, que, ainda que inexistentes, serão bem maiores do que aqueles que o Duarte possuir... Eu tive a sorte de ter junto do António, alguém, que para além de excepcional profissional, hoje sem contracto, soube pegar no meu filho e em todas as outras crianças e compreendê-las cada uma per si, tornando-as pessoas, elevando-as nas suas capacidades e fazendo-as compreender a importância de ser...desejo sorte ao Duarte e à Mãe...
De Cris a 31 de Agosto de 2011 às 01:01
Ora aí está a grande questão!!! Aquela que ficou por dizer, perdida nas entrelinhas...
De armindamoreira a 31 de Agosto de 2011 às 17:51


Eu tenho um problema comigo, que dá origem a muitos outros.:) Sou "bruta" e directa no modo de pensar e ainda mais no de dizer...


Um abraço e muita força. o amor de uma mãe por um filho tudo pode e tudo ultrapassa.
De Cris a 31 de Agosto de 2011 às 18:21
Depende da perspectiva... Na maior parte das vezes é uma qualidade!

Obrigada :)
De claudia rocha a 31 de Agosto de 2011 às 16:17
Olá Cris, como a percebo.....
Ainda não cheguei à primária, mas as minhas angústias são idênticas. Também tenho uma filha mais velha e a forma como lido com ela é diferente da forma como tenho de lidar com o Guilherme.
Com o Guilherme já passei por tudo, pela vergonha de ter de lhe dar um grito em público, uma palmada no rabo, um castigo, e nada, mas nada resultar, nem explicando, nem conversando. Há quem diga que é mimo, se calhar também é algum, mas sei que não é só isso, pois a Madalena foi criada da mesma forma e nunca, mas nunca foi assim. Claro que nenhum filho é igual, mas os valores e a educação que nós damos é a mesma.
Com o Guilherme já pasei todos os limites e só ainda vamos nos 5 anos, no entanto também já percebi que o comportamento na escola é diferente.
Por isso, pode ser que o Duarte encontre um professor que vá de encontro a ele, que o perceba e que não seja o "normal" dos professores!

Beijinhos

P.S.: Também já li uns livros sobre as crianças Indigo e as Cristais. No meu caso foi-me dito por uma pessoa que tenho os dois casos em casa. Se acredito....não sei bem....o que é certo é que muitas coisas batem certo.
De Cris a 31 de Agosto de 2011 às 18:26
Olá Cláudia

Também já passei por algumas situações assim...
Mais uns dias e ficaremos a saber o que nos espera! Coração de mãe nunca está sossegado!

Beijinhos

De Miss Pepper a 1 de Setembro de 2011 às 21:35
Relaxa. Há-de ter um professor/a compreensivo/a e que saiba lidar com o Duarte. E o Duarte também se vai adaptar, vais ver. Às vezes a ansiedade é mais nossa do que deles.

Beijokas!
De Cris a 2 de Setembro de 2011 às 11:38
Pois... eu acho que ando mais ansiosa que ele! Espero que tenhas razão!

Beijinho

Comentar post

.mais sobre mim

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Regresso ao ativo...

. O tempo voa...

. Por aqui...

. Mais uma estrelinha brilh...

. Dizem...

. "Vestido" novo ;)

. Uff...

. o que é o sindrome de ASP...

. Brrrrrr....

. Há sempre...

.Leitura do momento...

Diz-me Quem Sou

.links

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags