Quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Dito pelo filho de uma professora...

 

         

 

 

      «As professoras não deviam ter filhos!!»

 

      Bastante compreensível o raciocínio deste rapaz! O dia de um professor é passado com e para os filhos de outros; à noite e ao fim de semana preparamos os momentos que dedicaremos mais tarde aos filhos de outros; a toda a hora reflectimos, preocupamo-nos, apoiamos, procuramos ajudar, zangamo-nos... com os filhos de outros... Onde se encaixa o tempo para os nossos próprios filhos?!  

      

 

 

publicado por Cris às 23:54
link do post | comentar | favorito
11 comentários:
De Filipa. a 15 de Abril de 2010 às 00:27
sem duvida uma qestao pertinente...
nc tinha pensado nas coisas nesse prisma :SS
nao sou filha de professores, mas de certa forma ate percebo o dilema do rapaz em qestao e que talvez tbm é o dilema de tantos outrso filhos de professores...
Beijinho.
De Cris a 17 de Abril de 2010 às 19:59
E esta mãe é bastante atenta e cuidadosa com os filhos!!

Bj*
De Sorriso a 15 de Abril de 2010 às 17:55
Pois... mas há quem tenha tempo para isso tudo e não se preocupe com os filhos dos outros. A profissão é que acaba por ficar de lado, e os filhos dos outros é que saem prejudicados. Eu louvo os professores que, assim como tu, se dedicam a tempo inteiro à profissão e nota-se que gostam mesmo do que fazem. E quero com isto dizer que, talvez aqueles que não ligam tanto ao que fazem, tenham mesmo optado por se dedicar a eles mesmos e a família. Talvez por não verem o que fazem a ser valorizado... Mas isto já é uma outra história. ;)
Ainda dizem que os professores não fazem nada... Eu digo sempre para irem experimentar e depois contarem como foi. ;)

Beijinhos
De Cris a 17 de Abril de 2010 às 20:03
No fundo é tudo uma questão de gestão de tempo. Encontramos de tudo nesta nossa profissão assim como em todas as outras!!

Beijinhos
De Segredos!!! a 15 de Abril de 2010 às 21:08
Mas os professores antes de serem professores, são homens e mulheres, humanos... e esse dejeso mais cedo ou mais tarde aparece...

Beijinhs****
De Cris a 17 de Abril de 2010 às 20:04
É preciso é que junto com o desejo de ter um filho exista o desejo de o acompanhar em todas as vertentes da sua vida!! E isso acontecerá independentemente da profissão que se escolhe!!

Beijinhos
De Deia a 16 de Abril de 2010 às 02:04
Como nós o percebemos!
De Cris a 17 de Abril de 2010 às 20:05
... e bem!

Beijinho
De cuidandodemim a 16 de Abril de 2010 às 14:39
Não concordo com a frase. Apesar de não saber como é a vida de um professor, acho que há tempo e lugar para tudo, é preciso é saber gerir o tempo. Em todas as profissões há desgaste físico e psicológico. Há quem trabalhe de noite, o que ainda considero pior... A chave está em saber ganhar energia paciência e tempo para quando chegarmos a casa, termos a vida que queremos ter...
Bjns
De Cris a 17 de Abril de 2010 às 20:10
Concordo contigo quando dizes que é uma questão de gestão de tempo... No entanto não é fácil gerir a disponibilidade psicológica que fica depois de um dia envolvido com tantas crianças tão diferentes em tantas coisas!! Nesse aspecto eu compreendo este desabafo de uma criança cuja mãe - professora - sempre se mostrou dedicada e disponível... Eles percebem bem quando falta mais qualquer coisa! E isto, mais uma vez concordo contigo, não tem directamente a ver com a profissão dos pais, mas com a forma como essa é levada em conta, principalmente, na cabeça de quem a exerce!!

Beijinhos
De libel a 4 de Maio de 2010 às 15:37
Pois, está tudo muito certo, mas as professoras são mães elásticas, chegam a todo o lado, por isso o Duarte se derrete toda com a dele!!..

Beijokas

Comentar post

.mais sobre mim

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Regresso ao ativo...

. O tempo voa...

. Por aqui...

. Mais uma estrelinha brilh...

. Dizem...

. "Vestido" novo ;)

. Uff...

. o que é o sindrome de ASP...

. Brrrrrr....

. Há sempre...

.Leitura do momento...

Diz-me Quem Sou

.links

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags