Terça-feira, 23 de Março de 2010

Quando é o momento certo?...

 

    

 

    O Duarte está com cinco anos... daqui a alguns meses completa os seis. Apesar de fisicamente bem desenvolvido, é uma criança muito imatura, bastante dependente ainda, na grande maioria das tarefas básicas. Se por um lado apresenta um raciocínio e uma capacidade de compreensão excepcionais no que diz respeito às questões ditas escolares, por outro reage às situações de conflito como se de uma criança de três se tratasse!! É um menino muito reservado que não exterioriza emoções mais fundas, sendo ponto assente que não suporta que pessoas que lhe são estranhas lhe toquem, e às que conhece, só em "dias de festa"!!!  Por mais que lhe explique, há muitas situações de índole mais abstracta que não consegue entender... conceber será talvez uma palavra mais adequada!

      Esta introdução enorme aparece na sequência das dúvidas que me têm assolado nas últimas semanas, uma das quais se prende com a decisão que devo tomar até Maio de o matricular (ou não) no primeiro ciclo, já no próximo ano lectivo...

      A segunda dúvida tem a ver com os primeiros meses (anos até) da vida do Duarte. Quem segue este meu cantinho há algum tempo, sabe que o Duarte nasceu com uma malformação no palato que fez com que o seu primeiro ano de vida fosse passado em idas constantes ao hospital, de especialidade em especialidade, de terapeuta em terapeuta... À partida este problema está ultrapassado, mas há sequelas que poderão ainda manifestar-se... A questão coloca-se porque considero que é nosso dever explicar-lhe toda esta situação de uma forma muito especial e, principalmente, ter algum (muito) tacto quanto ao momento certo para o fazer!! Dadas as características do Duarte, que já apontei mais acima, não me parece que agora seja ainda o tal momento. Acontece que, na grande maioria das vezes em que falo com pessoas que não vejo há algum tempo, o assunto vem sempre à baila e volta e meia me questionam: "E o problema do Duarte?", "Correu bem a cirurgia?", " Como foi?" "Como resolveram...?". Claro que o Duarte assiste a muitas destas conversas e na sua cabecita já devem ter surgido inúmeras dúvidas que ele ainda não me comunicou mas que exterioriza pelo simples facto de me querer sempre afastar das pessoas que conversam comigo sobre esse assunto...

      Assim, cá ando eu: dividida entre o querer explicar-lhe o quanto antes tudo o que ele já passou, mas saber que, nesta fase em que ele se encontra, não vai entender ou interpretará de forma errada aquilo que aconteceu...

 

publicado por Cris às 23:24
link do post | comentar | favorito
27 comentários:
De Subjectividades a 24 de Março de 2010 às 09:49
Olá Cris

É impossível dar-te respostas.
Aliás nós mães, passamos a vida à procura de respostas pela vida fora independentemente da idade deles.

O que eu faria era procurar preparar o Duarte o mais levemente possível não enfatizando o tal "problema" e apostar na normalidade da vida dele e vossa.

Um beijinho grande e decidas o que decidires será com amor logo à partida não será muito mau.
De Cris a 24 de Março de 2010 às 22:12
Por vezes até me esqueço que já passámos momentos tão difíceis!!
Por aqui é ponto assente que o Duarte é uma criança perfeitamente normal e sempre foi tratado como tal...
Mas, como dizes tenho de o ir preparando aos poucos!

Beijinhos
De Isabel Raposo a 24 de Março de 2010 às 10:26
Pois. não sei que te diga!
Realmente é uma decisão difícil de tomar!
Espera mais um pouco, que ele levante a questão! E nessa altura explicas-lhe! Acho que às vezes damos muita importância a uma coisa e quando lhe falamos eles nem ligam muito.. :)
Estou certa que hás-de tomar a atitude mais certa!
Um abraço!
De Cris a 24 de Março de 2010 às 22:15
Obrigada, Isabel!!

Acredito que quando for o momento eu saberei... O meu receio é como ele vai interpretando estes pedaços de conversa...

Beijinhos
De me a 24 de Março de 2010 às 10:30
Suponho que ele anda no infantário, certo? Que tal pedires a opinião da educadora, para ver como ele se enquadra na faixa etária?

O facto de ele ser imaturo para umas coisas, não significa que o seja para outras. Pelo que vejo, nestas idades eles são um "bocado" descompensados - se me entendes - notam-se muito as diferenças entre aquilo em que são bons e aquilo em que estão mais "atrasados".

Beijinhos
De Cris a 24 de Março de 2010 às 22:20
Já consultei a educadora relativamente à questão do adiamento da entrada na escola... ela acha que devo adiar!! Tenho consulta de Desenvolvimento em Maio - será decisiva essa data!

Espero que tenhas razão... nota-se realmente uma diferença tão grande entre a forma como aprende rápido e as suas atitudes, imaturas demais para a sua idade!!

Beijinhos
De mamaepedro a 24 de Março de 2010 às 11:34
Pois, estou como a mamie, eu procuraria conselhos na educadora, eles na escolinha portam-se sempre de maneira diferente do que em casa, e eles têm sempre uma grande capacidade de nos surpreenderem.

Beijinhos
De Cris a 24 de Março de 2010 às 22:22
Por estranho que pareça ele na escolinha só brinca com os meninos mais novos que ele... A Educadora acha que ele deve ficar mais um ano - eu própria já começo a inclinar-me para esta decisão!!

Obrigada
Beijinhos
De Sorriso a 24 de Março de 2010 às 14:28
Bem.. eu não sei o que dizer. A minha experiência como mãe é nula. Não tenho filhos, não passei por nada do género, nem conheço ninguém que tenha estado numa situação semelhante.
Julgo que posso apenas dizer que o tempo te trará as respostas. Penso que o teu coração te dirá quando for o momento certo.
Boa sorte! :)

Beijinhos
De Cris a 24 de Março de 2010 às 22:26
Eu também acredito que quando for o momento certo saberei... E espero fazê-lo da melhor forma possível - ele é tão imprevisível!!

Beijinhos
De Cláudia Rocha a 24 de Março de 2010 às 20:10
Eis aí um grande dilema...
No que concerne à Escola, acho que tudo se resume ao facto de vós pais e educadoras perceberem se o Duarte está ou não preparado para ingressar na Primária e aí têm de ser considerados diversos factores, sendo que para mim e por mim falo, a parte da maturidade é muito importante, pois esse factor vai influenciar muitos outros, a compreensão, o seu comportamento, a sua capacidade de aprendizagem e raciocinio, entre outros. A outra pergunta que têm de fazer a vocês próprios é se é assim tão importante e obrigatório que ele ingresse já este ano? Quais as vantagens e desvantagens de adiar por um ano a sua entrada?
Claro que esso adiamento também irá estar interligado com a segunda questão, pois ao adiarem outras questões se levantam, como por exemplo explicar ao Duarte tudo o que aconteceu.
Temos assim um "pau de dois bicos" em que têm de ser pesados os prós e os contras, os contras poderá ser ele sentir-se inferiorizado face aos meninos da sua salinha, os prós será ele ganhar a maturidade que ainda não apresenta nesta altura....mas uma coisa também tens de pensar....ainda faltam 6 meses até ao próximo ano lectivo e em 6 meses eles dão muitos pulos no desenvolvimento, portanto nada como esperar mais um pouquito, também é só em Maio.

Beijinhos
De Cris a 24 de Março de 2010 às 22:34
Eu começo a estar seriamente inclinada a deixá-lo ficar mais um ano no Jardim... Dar-lhe mais tempo para crescer de forma saudável e serena... eles precisam tanto de aproveitar a infância que se perde tão rápido com a entrada na escola!

Obrigada
Beijinhos
De MissAna a 25 de Março de 2010 às 11:37
Amiga,
tudo a seu tempo, e aos poucos vais preparando o Duarte, pois tal como dizes, ele deve ter as suas dúvidas mas não as consegue exteriorizar! Melhor que ninguém conheces o teu filhote e vais perceber qual o momento certo!
beijinhos grandes
De Cris a 25 de Março de 2010 às 22:18
Eu também acho que sim... Também penso que, entretanto, devo ser mais contida quando falo com outras pessoas sobre ele na sua presença!

Obrigada
Beijinhos
De Paula C. a 25 de Março de 2010 às 12:15
Pois não sei o que te diga. Mas penso que com o tempo, com a ajuda da educadora vão chegar a uma decisão acertada. Tudo de bom.
Beijinhos,
Paula
De Cris a 25 de Março de 2010 às 22:19
Obrigada, Paula!

Um beijinho
De Nêta a 25 de Março de 2010 às 13:07
Cris,
Acho que a melhor resposta é a de «A Três Mãos».
Nunca saberemos o momento ideal para o que quer que seja acerca dos nossos filhos. Aprendemos a ser pais sendo pais. Por isso, seja qual for a vossa decisão, ela será a correcta.
Acima de tudo, não tomar o Duarte por «o coitadinho» que, tenho a certeza, ele não é.
Um beijinho grande
De Cris a 25 de Março de 2010 às 22:26
Não o é, certamente!! E julgo que também não se sente assim!!
Espero realmente que a nossa decisão seja a mais acertada!! O tempo o dirá!

Beijinhos
De cuidandodemim a 25 de Março de 2010 às 13:46
É uma situação complicada, mas penso que só o coração de mãe poderá escolher o caminho certo... E penso que como mãe e professora saberás tomar a decisão mais acertada...
Bjns
De Cris a 25 de Março de 2010 às 22:29
Ainda no outro dia pensava nisto: Tenho aconselhado alguns pais, como professora, a seguir este ou aquele caminho com os seus filhos, com grande convicção e confiança nas minhas decisões... Então por que me custa tanto tomar uma decisão efectiva neste assunto, tratando-se do meu próprio filho?! Estranho, não?

Obrigada, amiga
Beijinhos

Comentar post

.mais sobre mim

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Regresso ao ativo...

. O tempo voa...

. Por aqui...

. Mais uma estrelinha brilh...

. Dizem...

. "Vestido" novo ;)

. Uff...

. o que é o sindrome de ASP...

. Brrrrrr....

. Há sempre...

.Leitura do momento...

Diz-me Quem Sou

.links

.pesquisar

 

.arquivos

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.tags

. todas as tags